Boteco Móvel











Para aumentar o tamanho da fonte tecle ' Ctrl ' e ' + ' juntos






Acompanhe o Boteco Móvel por  email

Coloque o seu endereço de e-mail:

Delivered by FeedBurner







Planeta Galinheiro





Planeta Galinheiro


Algumas mulheres parecem ter uma ligação uterina com os galinacéos e seu estilo de vida. Refream um sentimento crescente, uma vontade de ser e de agir que poderia provocar comentários maldosos e , às vezes , risos.


Dia-a-dia, em uma eterna agonia, elas têm que se policiar para não deixarem escapar um cacarejar enrustido ou um ciscar distraido. Vez ou outra, quando quase ninguém está olhando, elas se permitem engolir certas milhocas como forma de dar vazão às suas mais íntimas demandas e aliviar a tensão animal. Reprimem dentro de si a sua verdadeira natureza e procuram se portar diante da sociedade como seres humanos comuns acima de qualquer suspeita.


Só falta botar ovo :
Planeta GalinheiroPorém, todo ano , em uma determinada época, essas mulheres tiram proveito do período de folguedo carnavalesco para exteriorizar a sua essência. É a hora do tão esperado grito de liberdade. Em um ato inconsequente de sublevação, pouco se importam com o preço em sangue e dor que a catarse de suas cloacas em fogo custarão a outros seres. Azar dos faisões, que terão suas penas arrancadas a sangue frio para que essas mulheres possam pavonear nas avenidas e outros cenários carnavalescos, travestidas de criaturas avículas e expressando no semblante a certeza de que atingiram o ápice de suas existências . Meu Deus ! Se há realmente vida inteligente em outros planetas, o que será que os ET's pensariam de nós , terráqueos , ao verem cenas assim ?


Cada pena de faisão arrancada sem Xilocaína nem cafuné, custa até R$ 150,00. Soube destes absurdos ao ler o artigo Abunda pena no carnaval, no ótimo blog da Luciana Vaz, o Gostos e Desgostos, de onde peguei 'emprestado' as fotos que ilustram este post.




PUBLICIDADE
Revenda semi joias em consignação



3 comentários:

Luciana Vaz disse...

Tio: Pior foi a resposta daquela rainha de bateria quando questionada sobre ter pena das penas arrancadas: "Eu não. Nasce de novo". Essa tem que ser depilada da cabeça aos pés na pinça, afinal de contas, pêlo também nasce de novo. E se ela argumentar que faisão é ser vivo, porém, irracional... Entra a sua teoria das galináceas que reforça a coisa do irracional também em seres humanos. Beijos, tio! E obrigada por mencionar o meu post. As fontes das imagens estão lá. Eu também tomei as fotos emprestadas. Mais beijos, tio!

Bruxx disse...

Bença, tio!
Como você está?
Depois de férias forçadas, em função de um maledeto vírus no pc, eis que ressurjo... rsrs

Sobre as penosas, penadas, ou coisa que o valha...
Entrei num devaneio profundo e fiquei imaginando as pobres aves entrando em extinção.
Certamente o carnaval acabaria, não é mesmo?

E o pior é que, quando vem celebridades estrangeiras para cá, a comissão de recepção se resume em meia duzia de mulatas, com esses trajes.
Pode observar... elas ficam em pleno aeroporto, vestidas (vestidas???) em fios dentais e penachos.

Os ETs, bem como todos os ilustres turistas, imaginam que o Brasil é isso, carnaval, mulatas e futebol.

Beijokinhas cheias de energias azuis e uma excelente semana.

EM tempo: Grata pela referência ao meu modesto cantinho.

Tiozão das Batidas disse...

Bruxx, sobrinha querida ! Bem que notei que o seu site estava parado. Vírus brabo esse, hein ?!

Bem-vinda de volta à web.

Beijins




Em Fevereiro de 2011 este site passou por uma reconstrução. Por este motivo muitos posts têm links internos quebrados. Eles serão consertados aos poucos.



Parceiros

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...